sexta-feira, 15 de julho de 2011

Jogos da semana

Essa semana tivemos atividades futebolisticas em quatro dias. O Eduardo foi selecionado para a seleção da idade dele. Bom, de certa forma, não foi muito dificil para ele ser selecionado. A primeira peneira é o treinador do time dele, ou seja, eu, risos. E na segunda peneira haviam 30 vagas e apareceram somente 16 meninos, O teste foi mais ou menos assim, eles viam quais crianças tinham as duas pernas e aprovavam, rs. Mas por incrivel que pareça o time é bem homogeneo, todos jogam parecido. Alguns chutam melhor (definitivamente o Edu não está nesse grupo) e outros tem mais domínio de bola e sabem se colocar melhor em campo (no caso, o Eduardo).
O técnico do time competitivo é brasileiro, ou quase. O pai dele emigrou da Itália para o Brasil quando tinha 5 anos (o pai), e depois de acho que 30 anos no Brasil, emigrou de novo para o Canadá. Apesar dos filhos serem canadenses, falam bem o portugues e estão bem por dentro da cultura brasileira. Nem precisa dizer que os dois filhos (conheço os dois) são anti-corintianos fanáticos, rs.
Mas voltando a indicação que eu fiz para o time competitivo foi bem política. Era para eu ter escolhido os melhores mas avisei todo o mundo. Em um país em que os pais são super competitivos isso deve ter me salvado de muita dor de cabeça. Mas aqueles que eu sei que sabem jogar, fui falar pessoalmente com os pais. Mas dos quatro que eu realmente indiquei, somente dois tiveram interesse. A gente ainda não sabe se vamos continuar com o Eduardo nesse competitivo. Acho que o Eduardo não tem condições ainda de decidir se vai querer ter esse nível de comprometimento. Mas por enquanto os treinos são legais, quase duas horas.
Mas voltando aos jogos da house leage (deixa eu explicar melhor, existem tres níveis, o primeiro é a house leage que tem 14 times com 11 jogadores cada, jogam somente entre si, o segundo nível é o all star que joga localmente contra times de outros bairros, e o terceiro e último nível é chamado de rep, não sei porque, que joga por Toronto inteiro e outras cidades) essa semana tivemos dois, o da semana e um jogo que tinha sido adiado da primeira rodada por causa das péssimas condições do campo causadas pela chuva. No jogo da quarta, pegamos o México e aplicamos uma sonora goleada, 8 a 2. Hoje foi contra Costa do Marfim, por sinal o time de dois colegas de classe do Eduardo e amigos entre si, os tres. Nova goleada, dessa vez por 4 a 1, mas o time acabou o jogo exausto. Faltaram quatro crianças do nosso time e não tive como fazer substituição, cansou, continua em campo. Um dos meninos tava meio doente e sentiu demais o jogo, tive que no segundo tempo manda-lo para o gol.
O juiz era uma figura, ele simplesmente não enxergava bem. Ele dava lateral com a bola trinta centimetros para dentro de campo!!!! Alguns juizes pedem bandeirinhas voluntários, ele não quis. No caso dele isso deveria ser uma obrigação, rs.
Mas o ponto negativo foi uma briga!!!! Nosso jogador foi cortar a bola, acabou se chocando com o adversário e o outro menino levou a pior. Conheço "meus meninos" e sei que nenhum deles machucaria alguem de propósito. Mas futebol é um esporte de contato e acidentes acontecem. O juiz de qualquer forma deu a falta, mas foi surpreendido pela invasão de campo de um pai (que por sinal, nem era o pai do menino machucado). O cara tava transtornado e gritava que o juiz tinha que expulsar nosso jogador. Poxa cartão vermelho nesse jogo é um problemão, a criança pode até ser eliminada do campeonato inteiro. Mas o juizinho (17 anos) não se intimidou e partiu para a briga, rs, encarou o pai!!! E ainda acabou expulsando o torcedor!!! Depois do jogo fui falar com o juiz, e ele me disse, comigo é assim mesmo, já sou um juiz veterano (ele apita desde os treze), e não tem moleza com qualquer um que seja. Mas de qualquer forma que cena ridícula proporcionou esse pai!

Nenhum comentário:

Postar um comentário