sábado, 27 de março de 2010

Meu mentor argentino

O programa da U of T inclui um sistema de mentoring. É algo como ter um tutor, geralmente um imigrante há bastante tempo por aqui, para te orientar na procura de emprego. Excelente para mim. Vale ressaltar que o trabalho do mentor é totalmente voluntario, ou seja ele não ganha nada para isso.
O mentor escolhido para mim foi um argentino (bom, mais um pais para ser incluido na lista do post anterior, agora são 57). Para divertimento do meu colega de curso brasileiro!!! O dificil foi ele explicar o motivo dos risos para os colegas indianos e para os professores canadenses.
Mas falando sério, nunca tive problemas com argentinos. O primeiro gerente de projetos com o qual eu trabalhei, ainda como estagiário, era argentino. E me dei bem com ele. Depois em 91 fui pela primeira vez para a Argentina, Buenos Aires e Santa Fé, e fui muito bem tratado. Depois na CH nós respondiamos aos argentinos, voltei para BUA em 2006 mais ou menos, e em Atlanta moramos com uns quinze argentinos.
O argentino, para variar, é muito simpático e acho que vai poder me dar excelentes dicas canadenses.

3 comentários:

  1. Esse papo de argentino é muito engraçado porque existem as milhares de piadinhas, a gente adora falar mal deles, mas pra ser sincera eu também nunca tive problemas com argentinos.

    bj

    ResponderExcluir
  2. E quando vai ter postagem nova?????
    Faz um mês que estamos esperando para saber mais sobre o mentor argentino....rs....rs

    ResponderExcluir
  3. Oi Sergio,
    as letras estão um pouco embaralhadas, tá difícil de ler.
    Concordo com vc, também nunca tive problemas com argentinos muito pelo contrário. O meu rpfessor de gramática insiste em dizer que nos brasileiros somos inimigos dos argentinos. Falei para ele que era coisa só de futebol e ele não preceu muito convencido. Acho que ele ouviu algum comentário e acabou assimilando alguma coisa tal como guerra entre os dois países, sei lá. Ele é canadense e me chama de feijoada, não gostei e disse para ele que tenho nome. Minha primeira confusão com professores aqui no Canadá rsrsrs.
    Bjkas.

    ResponderExcluir