quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

E os esquimós tiveram que se mudar

Agora estamos assinando o Toronto Star. Há muitos anos, mas há muitos anos mesmo, que assinava jornal lá no Brasil, o Estadão, estava sentindo falta de ler meu jornalzinho.
Aqui o jornal é bem barato, 50 centavos por dia. E é uma forma de irmos nos informando sobre as coisas que acontecem por aqui.
Bom, essa semana estão falando de um grupo de esquimós (ops, esquimó é uma palavra polticamente incorreta por aqui, pelo visto era carregada de preconceitos) foi obrigado a se mudar de uma região remota de Quebec para uma mais remota ainda, lá perto do polo norte, em 1955, unica e exclusivamente porque o Canadá queria povoar aquela região com medo que os EUA tomassem conta. Nem precisa falar que foi uma tragédia para aquele povo. Vejam só a história de uma mãe, que se mudou com seus tres filhos pequenos de 5, 3 e 1 ano. No meio da viagem descobriram que a menina de 3 tava com tuberculose, mandaram ela para se tratar em um sanatório em Montreal. Até aí tudo bem, o problema foi que a mãe não falava ingles e não entendeu porque tiraram a menina dela!
A menina ficou bem, teve alta e resolveram manda-la de novo para casa. Atitude correta, não? Só que também mal feita. Mandaram a menina para a cidade de origem da mãe e não a de destino. Ou seja, quando a menina chegou na cidade não tinha parente nenhum por lá. Somente depois de alguns anos e que "descobriram" que a mãe tinha sido mandada para o polo norte! Só que aí a menina, criada por "brancos" não conseguiu mais se adaptar a vida de esquimó.
E esta foi apenas uma das tragédias pessoais.
E isto há pouco mais de 50 anos atrás!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário