sábado, 21 de novembro de 2009

8 meses

Dia 18, completamos 8 meses aqui no Canadá.
Já estamos bem adaptados, o clima que parecia que seria um grande vilão, não é tão ruim assim. Esses 8 meses são completamente "aproveitáveis". Pegamos somente uma nevinha de nada logo quando chegamos. Vamos ver como vão ser os próximos 4 meses nesse sentido.
As crianças estão muito bem obrigados. O ingles deles vai de vento em popa, principalmente o do Du que já está no grade 1. Mesmo a Lu, já quando precisa me chamar está falando c'mom!!!
A Lena também está tendo progressos enormes no ingles, acho que o Linc que ela está fazendo está sendo muito bom. Ontem ela conseguiu assinar o jornal daqui pelo telefone!!! Um progresso e tanto.
O que está faltando é emprego, mas parece que está ficando próximo. As vagas timidamente estão aparecendo, e as entrevistas também. Tem também o curso na Universidade de Toronto, passei na segunda fase de seleção (que foi entrevista) e agora estou na terceira fase que é a da validação dos diplomas. Se não aparecer emprego no começo do ano que vem, vai ser muito bom fazer esse curso na U of T.
As vantagens em relação ao Brasil continuam as mesmas, a segurança aqui funciona bem, já estamos chegando em casa a noite (lembrar que aqui as casas não tem portão) sem ficar olhando para todos os lados, rs. A educação também é excelente, a escola realmente é levada a sério (e estamos falando de escola pública). A saúde apesar de ser inferior a brasileira para quem tem (muito) dinheiro, é boa também. Na verdade o atendimento é muito função da gravidade do caso. Se o caso não é muito importante o atendimento nas walk-in clinics, apesar de muito básico, resolve o problema. Mas se o caso parece ser mais grave, aí o atendimento é do nível do Einstein. O Du que o diga.
Lazer também aqui é fácil, existem centenas de parques e na maioria das vezes nem é necessário pagar estacionamento. E ainda tem muita coisa aqui na cidade e nas redondezas para ser descoberto. Como por exemplo a temporada de esportes, ir a um jogo aqui é também programa para família.
Já temos bons amigos por aqui também. Não faltam amigos para bons passeios, jantares e para jogar uma conversinha fora, rs.
O ponto negativo é sem dúvida a saudade. Esse ano não vai dar para ir para o Brasil. Mas pelo menos minha mãe ou minha irmã tem me ligado quase todo o dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário