domingo, 27 de setembro de 2009

Walk in clinic

Sabado, sete hora da noite, saimos para dar um passeio de carro. Mal eu virei a esquina e a Lu reclamou de dor na orelha (segundo ela). Mudou então o objetivo do passeio, passou a ser encontrar uma walk-in. Médico aqui no Canadá funciona somente em horário comercial, alguns trabalham sábado e poucos no domingo de manhã. Agora achar uma walk-in clinic aberta no sábado a noite!!! Tarefas das mais difíceis. Os hospitais obviamente funcionam 24h, mas levar uma criança em um hospital por causa de uma dor de ouvido é complicado. Primeiro que ela vai ficar exposta a milhares de outras doenças muito mais perigosas. E além disso, o atendimento é pela urgencia, ou seja, iriamos ficar lá até a manhã do dia seguinte, rs.
Mas sempre é bom ser simpático com as pessoas. Um taxista que levou o Eduardo doente a uma walk-in clinic em Mississauga há quatro meses atrás, puxou conversa conosco. Quando passamos pela Hurontario com a Queensway ele apontou uma walk-in clinic que segundo ele era a melhor de Mississauga. Fomos até lá e surpresa das surpresas, a clinica abre todo dia das oito da manhã as onze da noite. Um recorde para os padrões daqui. O atendimento foi super rápido, acho que a Lena não ficou mais do que quinze minutos lá dentro. E a qualidade também excelente, bom excelente se considerarmos que nosso único objetivo era conseguir uma receita para comprar antibiótico na farmácia.
Aqui no Canadá não é como no Brasil, que a venda de antibióticos é livre nas farmácias. A princípio parece ser uma medida acertada, mas devido a escassez de profissionais de medicina acho que eles deveriam liberar a venda de todos os remédios na farmácia mesmo. Se não tivessemos encontrado essa walk-in clinic aberta, o tratamento da Lu teria atrasado 12 horas.
Mas vai aí uma dica pro pessoal de Toronto-oeste e Mississauga de uma walk-in clinic com horário expandido.

Um comentário:

  1. Em um caso mais grave ou de grande duvida eu levaria a um hospital, mas no caso foi excelente, até porque eu precisava mesmo era da receita, rs.
    Mas acho ótimo não ser liberada a venda de antibióticos. É um absurdo qualquer um poder comprar e usar antibioticos indiscriminadamente.

    ResponderExcluir