sexta-feira, 26 de junho de 2009

Segunda carreira

Se eu não estou conseguindo meu sonhado emprego em engenharia, pelo menos, minha carreira artística vai de vento em popa, rs.
Carreira artistica????
Isso mesmo, na segunda feira o meu professor de ingles, maluco como só ele, nos falou que poderiamos fazer uma peça de teatro no último dia de aula e colocou o assunto em discussão. Eu votei contra, fui derrotado nas urnas, mas entrei com tudo para fazer uma peça legal.
O professor foi montando vários sketchs, e lá fui eu escolhido para ser o pai de uma menina que teve seu casamento arranjado. A mãe, portanto minha esposa, seria minha amiga libanesa Renee e a filha, a Kelly uma chinesinha que eu não tive muito contato, mas muito educadinha. E os sketchs foram sendo montados, o script sendo mudado, eu colocando vários improvisos e todo mundo dando muita risada. Foram tres dias de ensaio.
Finalmente chegou o último dia de aula, teatro (quer dizer sala de aula) cheio com os alunos das outras classes, Marilena e as crianças lá presentes, e lá fui eu apresentar minha parte na peça. Depois no final todos os atores entraram no palco e fizeram aquele conhecido agradecimento no final da peça, todo mundo levantando as mãos dadas. Hilário.
E depois as perguntas da platéia, uma moça pergunta se nós eramos alunos de teatro, rs, rs, rs.
Mas meu professor conseguiu tirar leite de pedra, alguns "atores" fizeram apresentações surpreendentes, principalmente os colombianos (que era esperado até pela extroversão deles) e as moldavas (isso mesmo tem duas meninas na minha classe dessa diminuta república ex-soviética).
Hoje falei para o meu professor, que pode ser que eu não tenha aprendido nada de ingles nesses quase tres meses de aula, mas me diverti muito, e isso é muito importante.
Mas aprendi sim, conseguir se apresentar numa peça de teatro, o que com certeza não é minha praia, em ingles, é um enorme avanço.

2 comentários:

  1. E foi muito bom; todo mundo representou direitinho, sem engasgar; pareciam atores de verdade!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Sérgio,
    parece que não, mas tenho certeza que foi um grande avanço.
    Beijos e continue escrevendo.
    Eliane

    ResponderExcluir