quarta-feira, 17 de junho de 2009

Em briga de chines ninguem se mete

Hoje na aula de ingles houve uma briga entre chineses. De um lado uma mocinha super jovem, super educada, defensora do comunismo e do outro uma senhora já bem idosa, não tão educada assim, defendendo a democracia (ou capitalismo, como queiram). A briga foi muito educada, educação só rompida quando o nosso professor argumentava, é lógico do lado democrático. A mocinha tentou explicar para a gente que não há diferença alguma entre os sistemas políticos do Canadá e da China, que votar nas pessoas escolhidas pelo partido único ou em pessoas escolhidas por partidos diferentes é exatamente a mesma coisa. E que a liberdade dos textos de um jornal não são influenciados pelo fato deles serem do partido. Apesar de eu achar as teses dela meio insustentáveis, o que realmente eu não entendo é o que esse pessoal faz aqui. Deve ser horrível se mudar para um lugar em que voce não concorda com o regime, e pior, sair de um lugar em que o sistema era adequado. Não entendo.

2 comentários:

  1. Realmente não dá pra entender o que ela está fazendo aqui. Se lá era tão bom ela deveria ter ficado lá, ainda mais que nao concorda com o sistema daqui.

    ResponderExcluir
  2. Sérgio, se você soubesse a quantidade de chineses aqui em North York, nossa, parece que ocidentais são minoria, imagina uma briga dessas aqui?? Tô fora!!
    Abraços,
    Silvia

    ResponderExcluir