sábado, 25 de abril de 2009

Curso de ingles -avaliação da primeira semana

Meu professor era um canadense baixinho muito simpático. Tive na segunda uma aula de laboratório e na terça uma aula de apresentação dos alunos. Estava tudo bem, quando na quarta antes de começar a aula vi que os alunos entregavam para o professor a ficha cor de rosa, com as notas do teste. Resolvi mostrar a minha e qual a minha surpresa em saber que eu estava na classe errada. Estava numa classe de nível médio e a minha deveria ser avançado. Quando me matriculei marcaram sala 212 e na verdade era 202!!!!! O professor me perguntou se eu não tinha percebido que os outros alunos eram muitos fracos, mas difícil, né?
O professor então me levou até a outra classe, nenhum problema burocrático, e lá vai eu de novo começar o curso.
O novo professor, de origem italiana, é o oposto do primeiro. Falastrão, fala gritando, gesticula, logo na minha apresentação brigou com uma aluna porque ela perguntou de novo de onde eu era!!!! No começo achei que eu não ia me adaptar a este estilo, mas agora depois da terceira aula acho que vai ser bem legal. O professor é um ator profissional que abandonou a profissão original. Figuraça.
Mas de qualquer forma tive 12,5 horas de ingles nesta semana, o que mais ou menos se faz em um mes em um curso regular em São Paulo, com mais algumas vantagens, não tem como se comunicar em outra língua senão o ingles, e todo mundo parece interessado, ou tem que ser interessado, afinal ficar aqui sem falar a língua, é muito ruim. Se bem que tem pessoas que estão a muito tempo aqui, o record que eu vi foi 8 anos, e ainda não dominam a língua.
Bom, o curso vai até meados de junho.
Acho que vai ser muito bom para mim, e a relação custo benefício é muito próximo de zero, afinal paguei apenas 30 dolares pelo material.

2 comentários:

  1. Vc viu 8 anos >>>>
    ?????

    Eu tenho um amigo que esta aqui ha 3o anos e so sabe o basico do basico, sem dominio nenhum.
    Ele ja se aposentou, tem 2 casas propria , quitadas , filhos na faculdade e com seus BMW. hehe
    Sem falar ingles ele fez a vida aqui, mas eh aquela estoria. Para tudo ele levou tradutor, nao asinava o que nao entendia, e trabalhou em cias portuguesas.
    Cada caso eh um caso, mas ta cheio de pessoas assim.Eu s achava que eram chineses, mas de brasileiros tem muitos tbem

    ResponderExcluir
  2. Oi Sérgio !!

    Estou sentindo falta de notícias suas.....sempre leio o blog, vejo notícias da Marilena e das crianca....mas vc....escreve mais !!!!

    Estou muito feliz em ver que voces estao se saindo bem.....

    Prometo que logo escrevo decentemente, estou em falta com vcs.

    Beijos e muitas saudades

    ResponderExcluir