sábado, 4 de abril de 2009

comprar móveis

Taí coisa dificil aqui no Canadá, mas vamos por parte.
Os grandes móveis de cozinha, ou seja, fogão e geladeira sempre estão presentes num imóvel para alugar. Ótimo, não precisamos compra-los e muito menos carrega-los nas mudanças.
Lavadora de pratos, de roupas e secadoras. Estes algumas vezes tem outra não. Mas acho que lavadora de roupa e secadora é essencial aqui no Canadá. Quase não tenha, pode haver um local no condomínio para lavar. Tem que pagar, 2 dolares eu acho. É um inconveniente, tem que pegar toda a roupa, esperar lavar, voltar. Mas pior é quando não tem no condomínio e a pessoa tem que ir a uma lavanderia na rua. Para quem tem crianças como nós é praticamente impossivel.
Moveis de sala e quarto, esses são mais dificeis. No nosso caso tinha algumas coisas que o último inquilino, brasileiro por sinal, deixou. Um sofá cama velho, uma mesa de jantar velha e um rack. Bom, foi com isso que nós nos viramos nos dois primeiros dias.
Um acerto foi comprar um colchão inflável no Walmart, custou apenas 22 dolares, as crianças gostaram e dormiram lá. Foi um sucesso.
Mas este post é para contar como comprar estes móveis. A primeira indicação foi uma loja chamada IKEA. É sueca. Fomos lá e a Lena não gostou de nada. Também pudera, um móvel pior do que o outro. Mas aí entra o problema cultural. O problema é que os gostos são muito diferentes, entre o brasileiro e o canadense. A loja era identica em organização a Tok Stok, que por sinal considero os móveis tão feios quanto os daqui.
Esse primeiro dia foi perdido, entramos na internet e vimos que a Sears tinha moveis mais bonitos por um preço justo. Fomos então a loja da Sears e descobrimos que os móveis eram sim mais bonitos e melhores, mas os preços estratosféricos. Lá o próprio vendedor me indicou a Ikea, risos.
Voltamos então para a IKEA, mas perdemos a hora, ficamos umas tres horas rodando e quando descobrimos que tinhamos que anotar todos os dados dos móveis para ir no caixa pagar, já era tarde, e a loja tava fechando.
Voltamos no dia seguinte e fizemos as coisas ordenadamente. Tem um papelzinho azul e uns lápis dispostos na loja e a gente vai anotando o que gostou, com aisley e bin, ou seja fileira e posição. Não entendemos na hora muito bem porque mas fomos seguindo em frente. Alguns dos produtos não tinha marcado esses dados, tinha um bilhete para falar com o vendedor. Descobrimos que esses itens eram diferentes, tinha que pegar uma espécie de ordem de compra. Quando fechamos tudo descemos para o primeiro andar, aí passamos por um labirinto de bugigangas. Tudo aquilo para casa que pode distrair uma mulher.
Cansadissimos, entramos na área das fileiras e posições. Qual não foi minha surpresa por descobrir que a partir de então eu era funcionário da loja. Isso mesmo, os números de fileira e posição eram para eu retirar os produtos do estoque. Fomos pegando, enchemos dois carrinhos de supermercado comum e dois tipo aqueles do Makro. Tive que tirar um sofá inteiro do estoque e leva-lo nas costas até o carrinho. Depois empurrar tudo até o caixa. Os itens que fizemos a ordem de compra eram aqueles não disponíveis para retirar, também pudera, imagine eu carregando um colchão nas costas. Mas acho que o que tivemos que carregar beirava aos 200 kg.
E aí? O que fazer com tudo isso. A Ikea entrega!!!! Levamos então para o setor de entrega da loja (isso mesmo, fomos arrastando todos os móveis até lá). Cobra 59 dólares por 25 itens. Lá no setor, fui bem atendido, mas foi aquela negociação. O que eu tinha que levar no carro e o que eles entregavam, para ficar nos 25 itens. Teve uns pezinhos da cama, que não pesam mais do que 0,5 kg que tive que pedir para entregar, até agora não entendi porque. E tive que levar uns estrados de 6kg nas costas!
Bom, mas pelo menos consegui me desvinciliar daquele peso todo, rs.
Já tinha acertado antes no apartamento, o horário das nove ao meio dia para fazer a entrega. Mas na loja eles falaram que só podiam garantir das nove as quatro. Tive que voltar para o prédio e negociar, foi muito fácil por sinal. E finalmente os móveis chegaram no dia seguinte, as onze e meia. Bem na hora de irmos pegar o Dudu do onibus escolar!!!
Mais um detalhe importante, tem que fazer um depósito para o prédio para a mudança. Se quebrar alguma coisa, eles ficam com o cheque. Tive que fazer uma money order no hsbc (nota dez de novo para o hsbc).
Quando termina a mudançca eles devolvem o cheque, e lá vai eu de novo ao banco, deposita-lo na minha conta. Mas pelo menos tudo grátis no banco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário