terça-feira, 24 de março de 2009

Viagem para o Canadá 3 - no aeroporto de Toronto

Acho que esta é a pior fase da viagem. Eu chego completamente exausto, não consigo dormir, nem relaxar um instante. E o momento da chegada é um momento que voce precisa de muita atenção.
Primeiro que para sair do avião foi um custo, na porta saiu a alça da mala!!!! Onde eu prendia as frasqueiras. Andamos muito, ou melhor passamos por várias esteiras no aeroporto deserto (os outros passageiros já estavam longe) quando chegamos na primeira barreira. Fomos, como acho que todos os estrangeiros fazem, para a sala da imigração. Turistas também deviam estar na mesma fila. Tinha só umas dez pessoas na frente, mas isto nos deve ter consumido quase meia hora. Nosso tramite foi longo, a oficial da imigração teve que preencher vários documentos. Acabou colocando meu nome ao contrário. Ela perguntou qual o meu sobrenome e eu falei barbosa. Então o documento saiu como Sergio Jr Barbosa. Não sei o que pode acarretar em problemas para mim no futuro.
Daí fomos pegar as malas, aí um conselho. Contratar um carregador. Por sete malas ele cobrou 18 dólares. A princípio parece caro mas voce não tem outra possibilidade. É muita coisa para carregar. Além dessas sete, ele ainda carregou as duas malas de mão e as tres frasqueiras que levamos, sem cobrar. Saiu barato, porque ele até me ajudou a colocar a mala no taxi. Ou melhor nos taxis, aqui em Toronto não tem aquelas vans enormes do aeroporto de Toronto. Então eu e o Du e algumas poucas malas fomos em um taxi e a Lena e as meninas em uma van com a maioria das malas. Saiu carissimo essa brincadeira, do aeroporto para Mississauga, que é pertissimo, custa pela tabela 37 dolares, vezes dois 74, mais doze de acréscimo na van pelas malas a mais, deu 86!!! Caríssimo, mas tabela é tabela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário